As 10 perguntas para viver de verdade

10 perguntas para viver de verdade

02.03.2018 por Rafael Kraisch

Compartilhar:

Vivemos tão superficialmente e tão focados no que os outros pensam de nós que acabamos confundindo nossa vida com coisas materiais e aspectos sociais.

“Qual minha taxa de gordura?” Ou “quantas curtidas tenho no Facebook?” são tipos questionamentos que tomaram força e usurparam aquelas perguntas que são realmente importantes.

Muitas pessoas acham que suas mentes estão sólidas, engessadas nesses questionamentos e não percebem que é possível transcender padrões.

Falo mais sobre isso neste material que está disponível para download:  Reprogramação mental.

Hoje, trouxe uma reflexão sobre o que, de fato, nos torna melhores seres humanos, nos ajuda a evoluir e a buscar nosso propósito na Terra.

Questões para uma vida verdadeiramente plena

Tais perguntas a que me refiro são muito mais profundas e representam um papel fundamental em nossas vidas: são elas quem definem e moldam nossa personalidade, nossas escolhas e, por fim, nosso destino.

Gostaria de compartilhar o que aprendi ao longo dos anos de práticas de Yoga e aplicação terapêutica em centenas de clientes.

Estas 10 PERGUNTAS PARA VIVER DE VERDADE lhe ajudarão a entender melhor seu lugar no mundo, seus desejos e, talvez, sua razão de viver aqui. 

As 10 perguntas para viver de verdade

Te convido agora, caro leitor, a embarcar em uma viagem em si mesmo.

Faça o seguinte exercício hoje: desconecte-se, pegue um papel e uma caneta e esboçe suas resposas às perguntas abaixo.

Já adianto: algumas respostas não serão obtidas com facilidade.

#1. O que eu aprendi?

A vida é uma escola. Seus relacionamentos, seu trabalho, sua vida. O que os outros fizeram e deu certo? O que deu errado para elas? Como posso usar isso?

#2. Eu realmente amo?

Amar é diferente de paixão, ciúme, possessividade. Amar não tem nada a ver com sentimentalismo ou emoção. Amar é aceitar o outro, é vê-lo como um ser humano normal, com defeitos e virtudes (assim como você é).

#3. Sou Perfeito?

Quando você aceita seu lado sombra, você aceita mais facilmente o lado sombra das pessoas. Sem julgamento, sem neura, sem cobrança. Somos todos iguais.

#4. Sou grato?

Você pode ser grato por aquilo que já tem – e que normalmente já é o suficiente. É claro, não há nada de errado em querer um celular melhor, um carro melhor, etc., o problema é quando ficamos tão viciados nesta “escala” de desejos que perdemos nossa paz.

A gratidão é o segredo.

#5. Sei ouvir?

Duas orelhas e uma boca – saiba falar menos e ouvir mais. Preste atenção no que e como o outro fala. Veja seu sorriso, sinta a sua dor, saia de seu mundinho! Fique gigante!

#6. Sou acomodado?

Não espere a coisa ficar ruim. Comece a criar um futuro melhor agora! Estude, corra, coma melhor. Não espere ficar doente para ter que mudar hábitos podres.

#7. Já sorri hoje?

O sorriso é uma energia poderosa e contagiante, que ilumina o ambiente. Seja você esta força!

#8. Como me conecto?

Achamos que a fonte de energia da vida vem apenas da comida. Não! Nossa principal fonte vem de dentro, de nossas emoções, de pensamentos sóbrios, de objetivos de crescimento pessoal. Como você se conecta a esse poder interior?

#9. Estou crescendo?

Este crescimento não é apenas da sua estatura física. Falo do seu crescimento emocional e mental. Como está sua coragem? Como está seu amor? Como está seu perdão?

#10. Inspirei alguém hoje?

Faça esta vida valer a pena. As pessoas querem que milagres aconteçam, e esquecem que elas são a fonte desse milagre. Dê um sorriso, encoraje, incentive, compartilhe o que sabe, seja gentil, mostre que o outro também é capaz de crescer.

Para responder às questões acima, será preciso cavar fundo e adentrar em locais talvez nunca visitados por você, dentro da sua própria mente e alma.

A recompensa, porém?

Faça o exercício e me diga você!

Leia também:

+ EU SOU HIPNOTIZÁVEL? FAÇA O TESTE E DESCUBRA!

+ AS MELHORES TÁTICAS PARA DESTRUIR O ESTRESSE

DEPRESSÃO E ANSIEDADE SÃO SINAIS DE FRAQUEZA?

Eu acredito no pleno potencial da hipnose, não como uma simples técnica de indução ou grito, mas como uma arte que pode ser ensinada, trabalhada e compartilhada, de maneira ética, segura e profissional.

Por isso, quero te convidar a continuar aprendendo sobre o universo fascinante da mente humana, comigo, Rafael Kraisch.

Assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do Youtube. Novos vídeos toda semana. 

Até a próxima!

Rafael Kraisch 

Depoimentos

O que dizem sobre nosso trabalho