Por que procrastinamos e como evitar esse hábito?

25.04.2018 por Rafael Kraisch

Compartilhar:

Por que procrastinamos?

Se você vive deixando tudo para depois, ou conhece alguém assim, já deve ter feito essa pergunta. Quando tarefas que podem ser cumpridas em um determinado momento são adiadas, preste atenção.

Esperar muito tempo para começar alguma atividade, geralmente quando já é tarde demais, pode ser nocivo para a vida profissional, pessoal e para o desenvolvimento pessoal.

Muitas vezes, procrastinar inicia ainda na infância e com o passar do tempo torna-se um hábito.

Hoje, vamos conversar sobre o conceito de procrastinação, mostrar como combater esse mal no cotidiano e de que forma a hipnose pode ajudar.

O que é procrastinação?

Sabe aquele ditado que aconselha “não deixe para amanhã o que pode fazer hoje”? É comum que diante desta frase você se pergunte: por que procrastinamos?

Procrastinar diz respeito a deixar para iniciar uma tarefa importante somente quando não é mais possível adiar o início e a conclusão desse trabalho.

O mais comum é postergar a execução de tarefas que não são as mais divertidas ou prazerosas. Note que ninguém procrastina para fazer aquilo que mais gosta, ou traz satisfação imediata.

A mania de adiar as obrigações pode ser relacionada a sentimentos de medo, insegurança, ansiedade, falta de confiança e não saber muito o que ou como fazer algo.

Apesar de ser interpretado como uma atitude de defesa e autoproteção, as consequências para o indivíduo são negativas.

Perder prazos, deixar de cumprir tarefas importantes para priorizar aquilo que tem menor relevância torna a pessoa sobrecarregada e estressada.

A procrastinação sempre existiu, mas em tempos digitais onde todos têm seus celulares nas mãos, esse costume nocivo é acentuado.

Passar muito tempo olhando e-mails, redes sociais e blogs tem sido uma tentação difícil de evitar.

Assim, a pessoa acaba sofrendo com o acúmulo de tarefas, ficando sobrecarregada e estressada.

Caso você já esteja com esses sentimentos negativos de sobrecarga, recomendo que leia este post sobre o estresse.

A procrastinação é muito associada ao aumento da ansiedade, e pode desenvolver distúrbios emocionais e psicológicos ainda mais sérios.

Como evitar a procrastinação

Com o passar do tempo, procrastinamos porque é um vício, um hábito que mantemos por padrão. 

Padrões não são eternos. Podemos nos livrar deles com as ferramentas certas. Neste livro, eu ensino técnicas de auto-hipnose para reprogramação mentalhttps://conhecimento.rafaelkraisch.com.br/autohipnose

Exatamente por isso, é necessário e possível superar a procrastinação.

Adquirir uma nova postura, mudar os hábitos a cada dia um pouco ajuda nesse processo.

E temos algumas dicas para você:

1. Organize suas tarefas

Se você nem sabe por onde começar, a tendência é deixar para amanhã. Use uma agenda para fazer uma check list com tudo que deve ser feito.

Priorize as atividades mais fáceis que demoram menos tempo, depois aquelas de prazo mais curto e assim por diante.

Fazer essa organização evita a estafa mental e te deixa mais tranquilo para resolver as pendências, reduzindo a ansiedade e o sentimento de culpa.

2. Dê recompensas a si mesmo

Frente a diversas obrigações, é comum que você se sinta desestimulado a fazer o que deve ser feito e, dessa forma, agravar o problema.

Um dos motivos por que procrastinamos é esse, o cérebro está sempre buscando prazer imediato. Assim, uma boa ideia é condicionar a mente a receber recompensas a cada tarefa concluída sem atraso.

Seja assistir um episódio de série ou deitar logo após o término contribui para seu cérebro associar o cumprimento da tarefa a um retorno positivo imediato.

3. Elimine as distrações

Em tempos tecnológicos, parece cada vez mais difícil largar o celular. Porém, se você quer ser mais produtivo e próspero, é o melhor a fazer.

Se você trabalha em frente ao computador, desative as notificações do celular e mantenha abertas apenas as abas que está utilizando.

Após terminar a tarefa, pode dar a si próprio a recompensa. Lembre-se de sempre exercitar o autoconhecimento a fim de identificar o que te faz procrastinar.

Agora que você entendeu por que procrastinamos, deve estar se perguntando se a hipnose pode ajudar com esse problema. E a resposta é sim!

A hipnose é uma ferramenta de autoconhecimento. Inclusive, pode resolver possíveis conflitos internos que levam à procrastinação por meio da reprogramação mental ao acessar a mente subconsciente.

Eu acredito no pleno potencial da hipnose, não como uma simples técnica de indução ou grito, mas como uma arte que pode ser ensinada, trabalhada e compartilhada, de maneira ética, segura e profissional.

Por isso, quero te convidar a continuar aprendendo sobre esse universo fascinante, comigo, Rafael Kraisch.

Assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do Youtube. Novos vídeos toda semana. 

Depoimentos

O que dizem sobre nosso trabalho