6 Sinais de que o estresse está afetando seu dia-a-dia

estresse

19.11.2019 por Workhana Workhana

Compartilhar:

O estresse é um problema que afeta praticamente todas as pessoas no mundo, mas apesar de ser comum ele ainda é muito prejudicial

estresse homem estressado

Ficar com altos níveis de estresse de vez em quando, é algo perfeitamente normal quando vivemos a agitação das grandes cidades.

Entretanto, quando isso começa a dificultar o convívio social e atrapalhar até mesmo a resolução de problemas básicos do dia-a-dia, pode ser um sinal vermelho enviado pelo nosso cérebro, dizendo que o estresse está muito além do normal.

Mas se o estresse é algo normal, como sabemos que estamos passando dos limites? Descubra agora:

O que é o estresse

cérebro, reações químicas

O estresse pode ser definido como uma resposta do nosso próprio organismo a estímulos do ambiente, essa reação acontece graças ao aumento do hormônio cortisol que também é conhecido como “hormônio do estresse”.

Pode até não parecer, mas o estresse possui um importante papel no instinto de sobrevivência humana, é ele que nós faz tomar decisões rápidas em situações que são potencialmente perigosas, fazendo com que o cérebro instintivamente faça o corpo correr ou atacar a fonte do perigo iminente.

Mas existe um problema nisso tudo, o nosso organismo só é capaz de lidar com uma certa quantidade do hormônio cortisol de cada vez, uma elevação e manutenção dos níveis de estresse a longo prazo pode ser muito prejudicial a saúde como:

  • Depressão e ansiedade;
  • Problemas vasculares;
  • Infarto;
  • Problemas intestinais;
  • Síndrome do pânico;
  • Diabetes;
  • Alzheimer.

A única forma de prevenir todas essas doenças é reconhecendo os indicadores de estresse e evitando que ele se torne um problema. Veja abaixo os 6 principais sinais de que o estresse pode estar afetando o seu dia-a-dia.

1. Dores de cabeça

dor de cabeça

Se você sente dores de cabeça constantes ou enxaquecas que incomodam e atrapalham o seu dia, pode ser que o problema esteja nos seus níveis de cortisol.

O estresse, assim como as bebidas alcoólicas provocam um aumento da pressão arterial, o que contribui muito para as dores de cabeça e fortes enxaquecas.

2. Insônia ou problemas para dormir

insonia

Outro problema provocado pelo estresse é a insônia e problemas para dormir.

Como o estresse é uma resposta ao perigo, dificilmente seu corpo conseguirá se desligar para descansar  e, mesmo que ele consiga, seu cérebro ficará em um sinal de alerta provocando uma noite de sono bem desconfortável.

Além disso, pesquisas já apontam que o estresse pode causar irregularidades na frequência cardíaca, o que por sua vez influencia negativamente no ciclo do sono.

3. Queda excessiva do cabelo

sem cabelo, careca

Muito conhecida no meio científico como alopecia androgenética ou areata, a queda de excessiva de cabelo ocasionada pelo estresse acontece principalmente porque os níveis elevados de cortisol pode inibir o desenvolvimento e aumentar os processos inflamatórios.

Isso também explica o porquê de muitas pessoas terem alergias da pele ou acne quando estão com altos níveis de estresse prolongado.

4. Distúrbios alimentares

fome

Se você tinha um grande apetite e passou a comer muito pouco ou se tinha pouco apetite e começou, de uma hora para a outra, o comer de mais, pode ser que você esteja com níveis de estresse bem elevados.

É bem comum que uma pessoa que está sofrendo com o estresse ganhe muito peso ou perca peso em curto espaço de tempo, então se isso está acontecendo com você, precisa ficar atento.

5. Imunidade baixa

doente gripado, baixa imunidade, estresse

A queda da imunidade também está muito associada com o estresse, isso porque durante as fases de estresse o corpo passa a liberar hormônios de maneira descontrolada, o que afeta não só o sistema imune como também todo o organismo de maneira negativa.

6. Explosões de raiva

raiva, estresse

Esse talvez seja o sintoma mais marcante e conhecido do estresse. Geralmente acontece quando o cérebro está no limite e precisa liberar a tensão que está acumulada.

Por mais que não pareça, as explosões de raiva são um mecanismo de defesa para a nossa mente, elas são o “plano B” caso o estresse não diminua.

Lembra quando eu falei que o estresse é uma reação que permite o nosso corpo decidir rapidamente se vai correr ou lutar em situações de perigo?

Quando o estresse aumenta demais e não diminui, a única solução é partir para o ataque, o que infelizmente é uma das piores situações pois pode envolver ataques violentos a outras pessoas e destruição da propriedade alheia.

Tratamento para o estresse

A hipnose é uma arma extremamente eficaz no combate ao estresse, principalmente por induzir a um estado profundo de relaxamento, fazendo com os níveis de cortisol diminuem, causando uma diminuição da frequência cardíaca e desacelerando o cérebro.

O melhor de tudo é que o hipnoterapeuta pode dar uma âncora para o paciente, fazendo com que ele possa voltar àquele estado de relaxamento em qualquer lugar ou situação, apenas realizando um gesto como apertar uma parte específica da mão ou repetindo uma palavra.

Gostou desta postagem e quer saber mais sobre a hipnose? Se inscreva no meu canal do Youtube e descubra outros segredos da hipnose e como ela está ajudando milhares de pessoas!

Depoimentos

O que dizem sobre nosso trabalho