Por que não podemos controlar a ansiedade?

controlar a ansiedade

15.06.2018 por Rafael Kraisch

Compartilhar:

Controlar a ansiedade é o desejo de muitos. Ao refletir sobre o quanto esse problema tem impacto no rendimento das tarefas diárias, é comum querer acabar com tal sensação.

No entanto, isso não é possível. A ansiedade é uma emoção natural do ser humano. Precisar tomar decisões importantes, resolver problemas no trabalho ou realizar uma prova importante são algumas situações que desencadeiam o estado de alerta e, por consequência, a ansiedade.

Hoje, vamos conversar sobre o que é ansiedade, suas causas e como podemos usá-la a nosso favor.

Tentar controlar a ansiedade é dar murro em ponta de faca

Como a ansiedade é uma emoção, ela não tem relação direta com o que ocorre no terreno da realidade.

Pense na seguinte situação: hoje, você tem um encontro romântico marcado. É comum preocupar-se em chegar pontualmente no horário combinado e vestir-se de maneira adequada para o encontro.

No entanto, ficar preocupado se a conversa e a aparência serão agradáveis não fazem sentido do ponto de vista racional. Aí, a ansiedade entra em cena provocando algumas interferências, como a falta de concentração no trabalho e até possíveis acidentes. Isso porque a mente está concentrada em outra coisa.

Por aí, já podemos notar que a ansiedade costuma rondar situações de tensão. A sensação do ansioso está diretamente relacionada ao medo de fracassar, de que algo saia do controle ou que não dê os resultados esperados. O medo, sim, é o principal vilão e pode ser domado.

Não há nada de errado em se sentir assim. Já falei sobre o assunto no artigo Depressão e ansiedade são sinais de fraqueza?, o qual recomendo a leitura.

Mas, voltando ao medo. Você sabe o que tem poder sobre ele? A atitude mental correta.

Reprogramando sua atitude mental

Se você deseja controlar a ansiedade, vai fracassar. Mas, é possível quebrar o ciclo de procrastinação de tarefas ao ultrapassar o medo. Ao lutar para se ver livre da ansiedade, você cria e alimenta pensamentos que intensificam a pressão psicológica interna. E adivinhe o que acontece? A ansiedade fica ainda mais forte.

O segredo para mudar esse estado é mudar a maneira de reagir a esses pensamentos destrutivos. Ao observar o medo e os derivados pensamentos negativos chegando, não tente expulsá-los. Identifique a origem desse medo e diga a você mesmo:

Estou com medo de X. Desta vez, não vou me preocupar ou ficar obcecado com ele. Não vou reagir nem fazer que esse pensamento pare. Vou apenas identificar e não reagir.

Pode ser que o pensamento negativo causador de medo e ansiedade não vá embora imediatamente. Talvez, ele fique mais forte, e é neste momento que você precisa diminui-lo. Observe-o passando por cima da sua cabeça exatamente da forma como ele é: apenas um dos milhares de pensamentos transitórios do cotidiano.

Vamos resumir esse processo em alguns passos:

  1. Observar;
  2. Rotular;
  3. Assistir;
  4. Seguir em frente.

Se alguma situação que te causa ansiedade é vivenciada antes na sua imaginação, os sintomas também diminuem e você tem maiores chances de obter um bom desempenho. Quem tem receio de falar em público e se esquiva desse medo, por exemplo, certamente terá mais dificuldades com isso quando estiver nessa situação.

A tendência natural é que tudo aquilo que nossa mente evita se torne mais difícil. Por isso, se algo te apavora, imagine-se dentro daquele contexto. Esse exercício vai te ajudar a ficar familiarizado com aquela determinada situação que é fonte de pavor, revertendo a seu favor.

Como a hipnose pode ajudar com a ansiedade?

Atualmente, a maioria das pessoas identifica-se como ansiosa e procura meios para controlar a ansiedade. Como é muito comum acumular tarefas todos os dias, sobrecarregamos nosso cérebro com coisas para lembrar. Até aí, a ansiedade pode ser considerada normal e deve ser administrada pela pessoa com algumas técnicas simples.

No entanto, se não existem estímulos externos responsáveis por desencadear a ansiedade, a dificuldade para relaxar deve ser investigada. Algumas feridas emocionais mal curadas no passado podem estar influenciando o seu presente mesmo que você nem lembre mais delas.

A hipnose pode ajudar a identificar essas situações que nunca foram resolvidas e reprogramar a sua mente para superar o passado. Afinal, a vida acontece no tempo presente.

Espero que meu artigo tenha ajudado. Se quiser saber mais sobre o assunto, assista a este vídeo no qual falo sobre a ansiedade.

Aproveite e inscreva-se no meu canal do Youtube onde posto novos vídeos toda semana.

Depoimentos

O que dizem sobre nosso trabalho